Alexandre Acquiste

aaa

Não me lembro de como nos aproximamos, minha primeira memória dele, era que ensaiávamos uma cena, na extinta CADOPO – Casa do Politécnico, onde ele se sentia constrangido de ficar de cueca na minha frente e supostamente para o público. A cena não vingou. Não me lembro o motivo. Mas esse 1 ano e meio de convívio com o Acquiste – sempre o chamei pelo sobrenome – e com o Projeto Bazar, grupo que pesquisou a intersecção entre teatro e literatura, coordenado por mim e Aurea Karpor, originou a montagem de “Sexo Verbal“, que estrearia com o restinho de nossas forças (junto com Mariana Galeno e Silvana da Costa Alves) no final de 2008.

Na cozinha do Casarão do Belvedere eu e Acquiste dividiríamos uma cena que rapidamente virou a preferida do público que, circulava pela casa e acompanhava as cenas pelos cômodos. Na cozinha, eu e ele, sentados frente a frente na mesa e desde de sempre segurar o riso foi uma dificuldade para ambos – se bobearmos ainda é. Acquiste  dava conta de um texto de Caio Fernando Abreu (Terça-Feira Gorda) e eu um do Marcelino Freire (A volta da Carmem Miranda), começou ai sem que eu soubesse a minha relação com Freire, que originaria a peça Bicha Oca e faria do Acquiste uma chave elementar e inesperada nessa história.

Então, em 2008, chamei Marcelino Freire para ver a peça e aprovar minha leitura para seu conto. Então foi nesse ano que o autor, não só aprovou como me incentivou dizendo que havia curtido a forma como havia dito seu texto. E quando arrisquei: – sou louco para montar uma peça só com seus textos. Ele respondeu: – Meus textos são seus a hora que você quiser. #bingo

Na primeira adaptação da peça, não havia a figura do segundo ator, que dá corpo, voz e alma as memórias de Seu Alceu. Mas, ao dar o microconto inédito para fechar a peça, Marcelino palpitou: – Acho que podia ser aquele ator que faz a cena contigo.

Acquiste não topou.

A peça estreou, Acquiste teve certeza de que não teria coragem. Mas naquela época o personagem em questão era apenas uma figura etérea e intocável. Acquiste esteve na plateia da estreia. Acompanhou tudo de longe e longe ficamos por bons longos anos. Seu retorno foi uma surpresa.

A participação de Acquiste hoje na Bicha Oca é muito curiosa. Pois além de ter sido a primeira sugestão do autor, traz um outro, no corpo do mesmo de ontem. Ele não era grisalho e não tem complacente. Não tinha sido bagunçado pela vida a contento, a ponto de se acalmar internamente. Sem querer querendo, quando vi, Acquiste tinha voltado. Para mim e para o Seu Alceu – mesmo que esse nunca o tenha almejado. Como ele mesmo diz: “A vida é cheia de voltas desconfortáveis

Alexandre hoje não se acovardou diante do desafio que é faz par comigo na peça Bicha Oca. Aceitou meio que sem saber ao certo onde “tudo isso daria”, se acanhou de inicio, mas pegou fôlego durante as apresentações. Alexandre usou sua inquietação para fomentar o material que podia nutri-lo como ator e foi para a briga. Não teve medo, parece não ter medo.

Sabemos o quão é perigoso tudo. E Alexandre silenciosamente acompanha rindo, ora de deboche, ora de cumplicidade, como é de praxe da sua personalidade. É/foi uma surpresa esse “andar da carruagem”. Então o que tenho agora é um ator a ser despido em suas camadas mais profundas e que diante do desafio não “empacou”, se jogou e confiou em mim. Éramos de novo, os mesmos parceiros de cena de 9 anos atrás. Com um adendo: não havia entraves para a entrega.

Com ele, a peça ganhou uma frase que não tinha: O diabo não te reconheceria, eu sim!!! É da música “Devil Wouldn’t recognize you“, de Madonna, que amamos desde de sempre e sempre desejamos inclui-la em algo que fazemos. Quase que virou tema da peça, na versão com ele, talvez indiretamente seja 😉

“Numa noite tranquila como esta, Você quase pensa que está salvo. Seus olhos estão cheios de surpresas. Eles não podem prever a minha sorte. Você não pode mentir pra mim através do seu sorriso. Você esconde sua tristeza por trás do seu sorriso, e continua perdido com suas mágoas. Eu brinco com sua fantasia. Nem o diabo reconheceria você. Eu sim” – Madonna

Acquiste portanto segue comigo e com Seu Alceu, de forma que ainda não apreendemos com clareza. Porém, o mais importante disso tudo é sua entrega e a verossimilhança com que contribuiu para o trabalho. Grato desde já pela sua entrega, pela confiança, paciência e claro, por não ter desistido no caminho.

#boasorte #tamojunto

Bicha Oca, até 26/06

toda as segundas, 20h, na rua barra funda, 391 (Mora Mundo)

R$30 – 18 anos – 60 minutos

Obs: as últimas apresentações de Acquiste nessa temporada são dias 05 e 19/06

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s