Arquivo do mês: setembro 2013

5 x Rodolfo Lima

Curiosamente num período de cinco dias, estarei em alguns lugares de Salvador. Não… a Bahia não é minha terra natal, mas tanto que vivi por lá que parece, dado a intensidade de tudo. Então vamos aos fatos: Primeiramente retorno a … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Em que momento se pede socorro?

Sempre acreditei que muito melhor do que pedir socorro era ser socorrido de surpresa, como forma de atenção, cuidado, cumplicidade. Mas quem pratica isso hoje em dia? Quem toca sua campainha, gasta crédito para te ligar, manda um postal, um … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Eu te amei sem você

(…) Eu te amei sem você. Só uma palavra. Imagens. Você andando. Você andando na praia. O riso. Gestos libertos. (…) um amor desfalecendo. Sigo com tua sombra guardada dentro de mim. (…) A solidão coleciona rostos (…) Antes sofrer … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Nos meus 94 anos

Caro Rodolfo, você chegará muito longe sem querer. Tantas vezes desejou a morte, o tal “descanso eterno” e eis que a vida não lhe foi generosa, ou se foi você demorou algum tempo para perceber. É isso mesmo, faz parte, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Dani

Sua boca não estava borrada de batom vermelho. Era sangue mesmo. Ele vomitava vida. Fato incontestável. Botava pra fora o pouco que restava dentro dele. Até quando? Quando eu me coloquei na frente dele, seu semblante era de aflição, cheguei … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 9 Comentários

Zeca e eu

Zeca está morrendo. Nada me tira da cabeça que algo nele resisti, persisti. Imaginar sua alma perturbada a se rebelar me angustia desde que ele foi internado. Sofremos com ele, eu e seus amigos. Zeca está morrendo e o que … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

“Réquiem…” (em PB) por Edson Feitosa

Alice ganhou ares de espectro. Tenho outras fotos similares, mas amei essas. Obrigado!!!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário