Arquivo do mês: outubro 2012

Réquiem… no RJ

A solidão me faz mal, faz com que eu pare para pensar na vida. Como uma pessoa pode nos ser tão necessárias num dia e sumirem no dia seguinte? Não deve durar? A Máscara do dia já caiu e começa … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

não resta muito o que fazer

             “Não resta muito o que fazer” é tudo o que dizem para você, quando as coisas vão mal e o programado sai do trilho, descarilha. Lidar com o imponderável é sempre frustrante, percebo dia após dia, o que fazer … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Você foi covarde

Por Fabrício Carpinejar Você foi covarde. Seu amor é forte, seu corpo é fraco. Você foi covarde como tantas vezes fui por acreditar que a coragem viria depois. A coragem não vem depois. A coragem vem antes ou não vem. … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A vida no Habib’s

Chego de viagem e enquanto me encaminho para casa resolvo parar num Habib’s da vida. Seguir o conselho da minha mãe e almoçar por lá. O tal prato de R$4,90 – pobreza menor que isso só o bom prato (rs). … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A louca debaixo do branco

  Tenho esperança de encontrar uma caneta boa, bem macia, que escorregue as palavras, essas que entopem a minha cabeça. Hoje fui ao médico, estourei um tímpano, “Bom…” Disse ele, ao menos não é pneumonia. Tudo seria justificável se eu … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A morte dentro da gente

Andei pensando sobre o tema. A morte me cerca – pra variar. Mas não cerca a todos, sempre? Sim. Mas como somos um bando desatento, não percebemos que a morte está ai PARA TODOS, independente do quanto anda sua saúde. … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O círculo vicioso da decepção

Resolvi voltar a acreditar em você de novo. Não, nunca deixei de acreditar, mas em alguns momentos, de aflição, solidão e medo, sua volta me parece impossível. Depois de meses chovendo dentro de mim, agora a água cessou. Está apenas … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário