Boa parte de mim vai embora

“Meus pés morrerão ao encostar nos seus/ e esse chão há de ser só teu e meu / só seu...”

“Boa parte de mim vai embora” é o título do recente cd do Vanguart. Tive contato recentemente com a banda – que já tinha ouvido falar, que já tinha sido apresentado por uma amiga, que já tinha tido curiosidade, mas deixei pra depois. Pois bem, foi impossível não me seduzir com a música “Forasteiro” de Thiago Petit e Helio Flanders – vocalista e letrista do Vanguart – e daí para o cd dos caras foi um pulo.

Um dia estava numa padaria na angélica – provavelmente próximo a casa de Flanders que mora nas redondezas – e me deparei com ele na fila do caixa. Me deparei, naquelas. Fiquei olhando para ele, reconhecendo ele de algum lugar, e quando vi a pinta que tem no rosto, pensei: é o cara que canta com o Petit. Enfim, antes que pudesse me empolgar e tivesse um impulso de ir até ele e dizer, pô cara, adoro aquela música e blá blá blá. Ele me olhou com aquela cara de: ta me encarando por quê?

“Fui sozinho/ o meu caminho/ quem ia cuidar de mim/ melhor do que eu?/ seu fatalismo/ na hora errada/ a gente soube mais/ quando não sabia nada”

Seria o sensível vocalista da banda um homofobico enrustido? Não caro Helio, não estava te paquerando, estava apenas te reconhecendo. Não que eu não me seduza por meninos sensíveis, mas antes que você chegasse a entrar no hall dos amores impossíveis que roda no meu computador repetidamente, a primeira imagem que tenho de você é de um possível preconceituoso.

Relutei dias, semanas e não resisti. Comprei o CD, sou dos antigos, quero o cd, o encarte, saber quem o artista agradece, e tal. E não podia ficar sem esse cd que fala de falta, relacionamentos rompidos, corações dilacerados, saudades incuráveis, ruas intransitáveis.

Resisto e não ouço o primeiro cd, afinal, o cara pode ser um preconceituoso e blá blá blá. Mas um artista como eu que tenho fascinação pelas ausências, não podia ignorar tal CD. Uma amiga comentou – depois deu relatar minha desconfiança: Jura, mas ele foi tão educado comigo. Joga bola com o fulano. Bom, mas deve ser porque eu sou mulher né!!!

No dia em que comprei o cd curiosamente voltei a tal padaria e quem tava lá? Exatamente. Passei do lado dele, sem olhar para ele, claro, com o cd na mochila, sem poder expressar o quanto o trabalho dele me comove.

Quando me deparo com CDs desse tipo penso sempre, que ele pode ser teatralizado, dançado. O mesmo que penso com CDs de Adriana Calcanhoto e Marcelo Camelo. Artistas que abrem margem para tantas outras coisas.

Pois bem caro Helio, espero que você não seja um homofobico, senão vou ter que queimar seu cd (rs). Afinal preconceito é inadmissível para um artista, ainda mais um que se mostra tão sensível como você. E não se exaspere tanto, na próxima vez que alguém te encarar pode ser apenas mais um homossexual que teve contato com suas músicas e passou a curtir seu som. Só isso.

Abaixo fragmentos das letras que ele canta no cd e o áudio da música que talvez mais me suscite imagens.

“quem não morreria ao ver você assim,/tão bonita no seu último olhar?” “e não tem remédio/ e não tem cigarro/ que acalme o diabo de pensar/ o que a gente podia ser”

“sai de casa a te buscar/ cruzei o país a caminhar/ desenhei nas ruas um amor/ que já não sei se é real/ ou se não existe/ e se eu sou triste, a causa é você”

 “a vida é um ato de coragem/ tirei a flecha do seu colo/ cuidei do ferimento ao coração/ ouviu-se um grito na minha rua/ me chamava…/ não te opõe ao curso de mim”

 “você bateu na minha cara/ você pôs fogo na minha mala/ eu fui embora, eu fui embora/ desmentindo a despedida, eu voltei/ pra dizer que não sou o mesmo/ que eu ouvi as tuas ondas no meu sono (…) e eu fui… (ia escrever, mas estou aqui) e eu fui te ver (mesmo com outro rosto, ali era você)”

“olha só essas feridas,/ em pensar eu fiz/ e segui só/ já sem ver você/olha si essas fissuras, sem pensar me vi… (…) eu só sonhei meu desengano/ eu desenhei as tuas pupilas/ e arde mais que brasa em pele quente/ você olhando pra mim”

“seja eu a tua casa/ seja eu o teu mistério/ teu riso/ e eu vou lá/ se me faltam caminhos pra ficar/ só me importo em não merecer/ teus portões fechados/ e os teus primeiros passos (…) a tristeza é só um berço/ pra quando estamos pequenos”

 “de manhã eu saí e a rua me levou/ parecia esperar também por você/ e eu de roupa emprestada, toquei minha alma/ e fui te encontrar/ e como estaria a cor da sua pele?/e como estaria seu rosto e você? (…) eu vou me despedir/ pensando o que eu vivi/ o que eu não vivi…”

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Boa parte de mim vai embora

  1. Camila Caringe disse:

    Você não deu uma chance pro rapaaaaaz. Pode ser que ele nem estivesse te olhando feio. Ele só estava de mal humor, com dor no estômago ou algo do tipo. Ou pode ser que não estava mesmo à vontade com a perspectiva de ter sido paquerado na padaria, ué! Qual o problema? Fosse você, eu teria chegado perto pra checar. E teria dito tudo isso aí pessoalmente. Hunf! rs

  2. Velma disse:

    Eu simplesmente morri que fui embora e nao conheci esse trabalho… nao consigo encontrar CD aqui, fico com o tal youtube…
    Cherry calma, ele deve ser um bom rapaz….rs
    saudades absurda de ti.
    bjs

  3. Rodolfo Lima disse:

    Meninas fiquei super calmo, até comprei o cd do moço. Mas não podia deixar de registrar né!!!
    hauahuahauahau E chegar perto dele? Nem pensar. Prefiro a utópia, rs

  4. Silvana disse:

    Querido, fui atrás de ouvir, tô catando algumas, ainda não ouvi. Mas nem sei por que nunca falei pra vc ouvir Tom bloch. Devia ter mostrado em tantas oportunidades. Na próxima ida a SP mostro sim, por enquanto, dê uma catada em http://www.myspace.com/tombloch e veja
    o canal deles no Youtube (http://www.youtube.com/user/tombloch), impossível indicar apenas uma. Sou especialmente fã das primeiras, pois tenho acompanhado pouco ultimamente.
    http://youtu.be/1l4HXPdYEWM – Nessa Casa
    http://youtu.be/kuGG7w-aIGM – O AMOR —->>>> (esta música é puro VOCÊ!)
    http://youtu.be/-bS_rqcy30Y – Entre Nós Dois

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s