Fragmentos… sobre o amor

Amor. Quando o silêncio a dois se torna cômodo – Mario Quintana

“Bem, às vezes eu saio sozinho por aí/E eu penso em todas as coisas que você está fazendo/E, na minha cabeça, eu pinto uma imagem/Desde que cheguei em casa/Bem, meu corpo tem estado uma bagunça/E eu sinto falta do seu cabelo/E da maneira com a qual você gosta de se vestir/Oh, você não vai aparecer?/Pare de me fazer de bobo/Por que você não aparece?” – Amy Winehouse (Valerie)

Se amo a meu semelhante? Sim. Mas onde encontrar o meu semelhante? – Mario Quintana

 “Você surgiu e instalou o céu e o inferno no mesmo playground” – Martha Medeiros

A primeira obrigação do amor é escutar – Paul Tillich

O que a fez recente não é o quanto ela se preservou, mas o quanto ela se entregou – Carpinejar

A experiência amorosa exige sacrifício. Não se ama para ser recompensado. O amor é sua própria recompensa – Adélia Prado.

Amar é mudar a alma de casa – Mario Quintana

Quando é que se assinala o começo, o momento em que as rodas são postas em movimento? No primeiro encontro dos olhos, na apresentação formal com os nomes? Ou mais tarde, quando a inevitabilidade de algo a mais já não pode ser negada, quando é preciso que seja dita em voz alta? – Michael Sledge (A arte de perder)

No fundo ninguém se ama o suficiente para ser amado – Carpinejar

“Seria ótimo ver seu rosto em minha porta/Não me ajuda saber que você está apenas a momentos de distância/Há muito tempo eu fui a você, e lá você estava/Te abraçar novamente só poderia me fazer bem/Nada mais a fazer exceto trancar minha mente/E espero que o caminho não termine em mim mesma/Há ainda muitos sonhos…”  – Caroline King (so for away)

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s